6 passos para criar um fluxo de automação e aumentar suas vendas!

Uma das estratégias mais antigas do marketing digital é o e-mail marketing. Várias empresas utilizam essa técnica para manter um bom relacionamento com seus clientes e atrair novos leads. O procedimento é extremamente eficaz, mas você sabia que há uma forma mais eficiente de utilizá-lo?

No post de hoje vamos falar sobre como criar um fluxo de automação e seus benefícios. Confira!

 

 

O que é o fluxo de automação?

A ideia de usar o e-mail marketing é muito interessante, pois mantém o relacionamento saudável e mostra suas novidades. Porém, se isso for feito sem uma estratégia traçada, pode-se enviar informações desnecessárias para alguns consumidores, que perderão o interesse pelo recebimento constante.

 

O fluxo de automação consiste em segmentar sua lista de contatos, identificar o estágio de venda, necessidades e, assim, poder enviar um conteúdo de maior interesse ao consumidor. Mas fazer isso manualmente demanda muito tempo e trabalho. Surge, então, o fluxo de automação, uma maneira eficiente de nutrir os leads, de forma automática.

 

 

Como criar um fluxo de automação?

Agora que você já sabe o que é o fluxo de automação e sua importância, está na hora de saber como criá-lo. Siga o passo a passo que montamos:

 

1. Defina o estágio do funil de vendas

Nem todos os leads estão prontos para realizar uma compra. A maioria ainda precisa ser nutrida de informações relevantes para conhecer a necessidade de um produto ou serviço, saber como ele pode resolver um de seus problemas e tirar todas suas dúvidas.

 

O fluxo que um lead deve seguir é:

  • aprendizado e descoberta;
  • reconhecimento do problema;
  • consideração da solução;
  • decisão de compra.

Por isso, é importante identificar onde estão os leads para gerar uma tratativa diferente em cada estágio.

 

2. Determine o gatilho de entrada de cada fluxo

Quando um lead atingir o objetivo de um estágio, é importante que ele passe para a fase seguinte, assim, o fluxo seguirá até a realização da compra.

 

É interessante avaliar como o lead chegou naquele estágio e utilizar essa informação para gerar um convite para o próximo nível.

 

3. Defina o tipo de conteúdo para cada etapa

É importante criar diferentes tipos de conteúdo para cada estágio da venda. Um lead que está no fundo do funil não precisa mais receber materiais de aprendizagem e descoberta, por exemplo.

 

4. Crie formulários simplificados

É muito bom coletar informações dos seus leads, mas cuidado na criação dos formulários. Peça somente as informações relevantes, que você realmente precisa para identificá-lo e montar a estratégia de e-mails.

 

Um formulário muito grande pode fazer com que o lead desista de preencher e saia do fluxo.

 

5. Crie os e-mails

Com todos os passos anteriores realizados, redija um e-mail para cada estágio do funil. Escreva em primeira pessoa para dar ar de proximidade e exclusividade. Atente-se para o objetivo que cada estágio possui. Se você precisa informar o lead quanto às soluções que seu produto proporciona, faça com que isso fique bem claro no texto.

 

6. Analise os resultados

É importante verificar se suas ações correspondem ao objetivo traçado. Verifique não só a taxa de abertura dos e-mails, mas também a conversão dos leads em clientes, se o custo da aquisição do consumidor está reduzindo e se o tempo entre a atração e a conclusão da compra está diminuindo.

 

Criar um fluxo de automação é um passo a mais para aumentar as vendas e otimizar o e-mail marketing.

 

Siga o passo a passo que colocamos aqui, definindo o estágio de vendas, criando gatilhos para entrada de cada fluxo, escolhendo os conteúdos, criando formulários inteligentes, escrevendo e-mails estratégicos e analisando os resultados. Assim, você aumentará o número de clientes e, consequentemente, ampliará as suas vendas.

 

Gostou do nosso post sobre como criar um fluxo de automação? Então siga as nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro das novidades. Estamos no Facebook e LinkedIn!

Ricardo Abellan Sobre o autor

Ex-JWT, Almap BBDO e TV1.com atuou em projetos digitais para clientes como Unilever, Nestlé e Volkswagen, passou também pela DuPont, onde liderou a área de marketing digital da América Latina.

No Comments

Deixe um comentário