branding para pequenos negocios

Branding para pequenos negócios – 6 pontos fundamentais que você precisa analisar.

Branding para pequenos negócios é tão importante como uma gestão financeira perfeita, e não estou falando apenas de uma marquinha bonita na fachada. Vai muito além disso. Ou melhor, vem muito antes. O pequeno empreendedor, na maioria das vezes, não tem uma segunda chance, e a falta de posicionamento e planejamento do negócio pode levar a uma correção de rota dolorosa no meio do caminho.

 

Segundo o IBGE, a cada 10 brasileiros, 3 possuem um negócio ou estão em vias de desenvolvimento. São milhares de negócios abrindo anualmente. Infelizmente, mais da metade desses negócios fecham após 4 anos. São muitos os fatores que estão por trás do sucesso ou não de uma empresa, mas quero falar aqui sobre um, o qual lido diariamente: branding.

 

O que é o seu negócio? Para quem é? Quem vai consumir o que você vende?

 

No caminho a pé para o trabalho passava por uma obra onde, semanas depois, foi inaugurada uma casa especializada em açaí. O sujeito deve ter investido ali todas as suas economias de anos de trabalho. A loja abriu e, talvez devido ao baixo movimento, um mês depois já havia um buffet por quilo no meio do salão. Será que o cliente dele, ao tomar um açaí, queria ficar sentindo o cheiro de comida? O consumidor de açaí era o mesmo do quilo? São perguntas básicas, mas acredito que ele não se questionou em nada disso. Em 6 meses a loja fechou.

 

Isso me leva ao primeiro tópico deste artigo:

1) Conheça seu público

 

Não invista dinheiro e tempo se você ainda não sabe quem é o seu consumidor.

É preciso descobrir suas vontades, seus hábitos, o que ele gosta e o que não gosta. Conhecer o público é a parte mais importante para você construir sua marca. Quando iniciamos um trabalho aqui na agência costumamos ser bem chatos nesta fase inicial do relacionamento com o cliente para adquirir todas as informacões. E se não temos todas as informações, ajudamos a empresa a conquistá-las através de pesquisa ou outras ferramentas.

Mas é fundamental saber todas as respostas.

2) Transmita a mensagem certa

 

Não adianta sair investindo numa marca bacana, numa identidade visual moderna, Google, etc, se você não transmitir a mensagem certa sobre quem é você. É muito importante que o seu público entenda exatamente o propósito do seu negócio, o motivo pelo qual sua empresa veio ao mundo. Niall O’Louglin, manager de design da 99designs do Reino Unido acredita que o profundo conhecimento do seu negócio é o segredo para uma marca de sucesso:

Você deve conhecer o seu mercado profundamente para evocar as emoções certas através de sua marca.

Um exemplo claro que disso é a Apple. Você nunca ouviu uma mensagem da gigante americana dizendo “ei, compre nossos produtos, eles são os melhores computadores do mundo”. Mas com certeza você sabe que se estiver usando um produto da Apple você tem o que há de mais inovador naquele segmento.

 

Ok, você não é a Apple. E isso nos leva para o próximo tópico.

3) Não pense como um pequeno negócio

 

“Se há um erro de construção de marca para se evitar é o seu pensamento como um pequeno negócio”, diz Leanne Ross, consultora de comunicações digitais na A Cup of Lee. Pensar pequeno dá o mesmo trabalho que pensar grande. Devemos  pensar grande desde o começo. É a porta aberta para o mundo. Por que uma marca nascida em casa não pode cruzar o continente? As startups de tecnologia nos mostram isso diariamente. Pensar grande nos dá a oportunidade de ver e ir além. E é muito mais prazeroso.

 

A tecnologia dá a você hoje a oportunidade de usar ferramentas que há 10 anos eram acessíveis apenas aos grandes players.

Arregace as mangas aí!

4) Design é fundamental

 

O primeiro encontro amoroso entre o consumidor e sua marca se dá através da sua identidade visual, incluindo seu logo. Portanto pense bem nisso. Pense com carinho. Sua identidade visual deve transmitir a impressão correta do que é seu negócio. Hoje existem escritórios acessíveis para se conseguir um bom design (Hello!). Analise preço, sim. Mas jamais deixe a qualidade de lado. Nunca. Faça o bom uso de cores e tipologias. Pense nos detalhes, nos uniformes da equipe, invista em peças de comunicação que estejam sintonizadas com seu negócio. Analise como o seu concorrente se posiciona. Pode ser um caminho.

5) Vá além do logo

 

Um bom escritório de branding irá além do logo, e te mostrará como criar o seu próprio tom de voz na comunicação. Os donos de pequenos negócios muitas vezes confundem sua marca com seu logo e existe uma diferença vital entre as duas coisas. Uma marca é muito mais do que o logo, é a personificação de tudo o que você acredita sobre o seu negócio.

“O que você faz não é tão diferente do que seus concorrentes, então “o porquê você faz” tem que estar a frente de tudo. As pessoas apenas compram um produto, mas elas se juntam a uma causa. O Airbnb fez isso espetacularmente bem. Sua marca nunca foi sobre encontrar alojamento; o que seus clientes estão realmente comprando é pertencer e encontrar uma comunidade “, diz Martin Farrar-Smith, diretor de arte de comunicação integrada da agência Manifest Comms. Qual é a sua causa? O que você acredita que o faz levantar cedo todos os dias e ir trabalhar?

6) Escolha o nome de sua marca com cuidado

 

Não arruíne seu negócio dando a ele um nome ruim. O nome deve reforçar os elementos chaves e objetivos do seu negócio, portanto pense com cuidado ou escolha escritórios de branding e naming para te ajudar nisso.  Joyn, Yoctoo, Zagaz, Là-Bas são empresas as quais os nomes foram criados aqui na GDM (veja os cases aqui). Todos carregam o conceito do negócio e são nomes que passaram por muita pesquisa e nos dão muito orgulho. Escolher o nome do seu negócio é tão importante quanto escolher o nome do seu filho.

 

Uma marca bem construída muda todo o seu negócio. Não importa o tamanho. Pense nisso já!

 

 

Fonte: The Guardian- “A guide to branding your small business

Rina Ferrarezi About the author

Criação

Comments:
  • Eu adorei! Parabéns pelo artigo, bem gostoso de ler! Até ja passei pra frente, a filha do meu chefe tem uma loja de produtos naturais, passei pra frente a mensagem, bem legal!

    outubro 13, 2016 at 2:17 pm
  • Muito bem pontuado e me remeteu aos problemas de identidade de minha empresa.
    Parabéns Chara..

    outubro 13, 2016 at 10:21 pm
  • Raquel Amoroso

    Muito interessante! De fato vai muito além do que nós, “leigos”, podemos imaginar. O artigo será muito util para nós pois estamos em via de abrir um novo negócio. Ja

    outubro 14, 2016 at 8:14 am