5 dicas para você dominar o lead scoring e qualificar os leads!

5 dicas para você dominar o lead scoring e qualificar os leads!

Engajar o público com a cultura da empresa é uma etapa fundamental para que os objetivos de crescimento e lucratividade sejam atingidos. Porém essa relação requer aprofundamento, a fim de que as possibilidades se transformem em negócios concretizados — são nessas circunstâncias que o lead scoring aparece como uma solução.

O conceito da metodologia se baseia em catalogar aqueles clientes que estão a um passo de adquirir seus produtos ou serviços por meio de uma pontuação. Apesar de cada empreendimento ter suas peculiaridades, alguns critérios são gerais e úteis a qualquer modelo.

Pensando nisso, no post de hoje apresentamos 5 dicas para gerenciar os seus leads. Continue a leitura e descubra!

1. Informações a respeito da empresa

Não há dúvidas de que o lead scoring é uma ferramenta poderosa na finalidade de eleger os melhores ou piores compradores.

Mas seria ele útil ao seu tipo de negócio? Suas vantagens independem do porte da organização ou do estágio de desenvolvimento que ele se encontra.

Contudo, o sistema surte maior efeito quando há necessidade de otimização dos processos de vendas, tal como as empresas que precisam definir os clientes prioritários.

2. Informações demográficas

Neste quesito, são levantadas as características que compõem o perfil do público-alvo, como gênero, idade, localidade onde vive, ocupação —
ou seja, um conjunto de informações básicas para que você possa classificá-lo de acordo com o seu interesse.

Colhidos os dados necessários, o próximo passo será pontuar os leads, atribuindo as maiores notas àqueles que têm maior potencial de compra. Assim, se grande parte de seus destinatários são empreendedores com a faixa etária de 35 anos, quem fugir muito do padrão recebe menos pontos.

3. Informações sobre o comportamento online

O objetivo aqui é coletar indícios sobre o comportamento dos consumidores ao realizar negócios: os hábitos de um lead no ambiente virtual podem revelar pistas valiosas para sua fidelização.

Procure saber quais as páginas que eles mais visitam, os conteúdos que visualizaram e fizeram download dentro do seu site, enfim, todas as atividades que contribuem para qualificá-los e, consequentemente, montar um score eficiente.

4. Informações relativas ao engajamento nas redes sociais

As mídias sociais são importantes canais de comunicação e merecem uma atenção especial no momento de traçar as estratégias de marketing, bem como no lead scoring.

A popularidade das redes sociais cresce em ritmo acelerado, resultando em ótimas oportunidades para difundir qualquer negócio. E a forma como os clientes se engajam a cada uma delas também revela alguns traços de suas personalidades.

Aqui o nível de interesse é avaliado levando em consideração as quantidades de curtidas e compartilhamento de materiais que eles realizaram nas contas da empresa.

5. Informações sobre os concorrentes

Fazer uma leitura das ações praticadas no mercado, especialmente aquelas dos seus concorrentes, servirá como um guia para a equipe encarregada por qualificar os leads.

Aproveitar de critérios já testados ou saber quais caminhos não devem ser percorridos somará resultados positivos ao seu ranking.

O objetivo principal da segmentação de público, obtida com o procedimento de pontuação, é garantir a efetividade do planejamento das ações apropriadas a cada estágio de interação. Não significa simplesmente desprezar quem ainda não está tão envolvido.

Gostou das dicas para obter sucesso na execução do lead scoring da sua empresa? Então deixe seu comentário no nosso post!

Ricardo Abellan